SAMBA ENREDO 1992
Presidente : Celso Paim
Carnavalesco : Sylvio Cunha
Enredo : Mandacarú - fruta-flor do querer
Compositores : Adil, Evandro e André
Intérprete : Nego
Grupo: A Colocação: 4º


Deixei a minha mente vadiar
Na ilusão...
Vi o meu Nordeste renascendo
Mandacaru florescendo
No sertão
O progresso caminhou
De riquezas germinou
E fez do solo um delírio tropical
"Violeiro-metaleiro" e "sanfona-eletrizante"
No Arranco hoje é carnaval

"Morte e vida Severina"
"Jubiabá"...
Pra ganhar Oscar de barro
Em festival no Ceará

Inspirados na transformação
Surgem artistas geniais
"Cangaceiro-astronauta"
Escultura que retrata
O povo em sua grande evolução
No esporte, no comércio e na indústria
Faz em tudo exportação...
Vai crescendo dia a dia
O Nordeste quem diria
É potência da nação

Tem robô que tece rendas
Pra rendeira namorar
Tem boates, tem cassinos
Mil letreiros reluzindo
Você pode acreditar